Classificação do Campeonato

Confira os resultados da 6ª rodada e a classificação do Campeonato Pernambucano atualizada.

Resultados

Central  1×0  Cabense

Sport  1×1  Vera Cruz

Porto  3×1  Santa Cruz

Vitória  1×3  Ypiranga

Araripina  1×2  Náutico

Sete de Setembro  1×0  Salgueiro

Classificação

Time PG JG V E D GP GC SG
Sport 14 06 04 02 00 13 05 +8
Náutico 13 06 04 01 01 11 07 +4
Cabense 12 06 04 00 02 07 06 +1
Santa Cruz 10 06 03 01 02 09 08 +1
Salgueiro 10 06 03 01 02 08 07 +1
Vera Cruz 09 06 02 03 01 11 09 +2
Ypiranga 07 06 02 01 03 11 10 +1
Porto 07 06 02 01 03 10 12 -2
Central 05 06 01 02 03 06 09 -3
10º Vitória 05 06 01 02 03 08 13 -5
11º Araripina 04 06 01 01 04 07 10 -3
12º Sete de Setembro 04 06 01 01 04 04 09 -5

Legenda:

PG – Pontos Ganhos

JG – Jogos disputados

V – Vitórias

E – Empates

D – Derrotas

GP – Gols Pró(Gols Marcados)

GC – Gols Contra (Gols Sofridos)

SG – Saldo de Gols

Zona de Classificação para a Semifinal

Zona de Classificação para o Troféu do Interior

Zona de rebaixamento

Anúncios

Náutico ganha de virada

O Náutico conquistou uma grande vitória no Campeonato Pernambucano. Neste domingo,31, o timbu foi até o sertão do estado e derrotou o Araripina por 2×1, de virada. Com a terceira vitória seguida na competição, o Náutico assumiu a vice-liderança com 13 pontos. O Araripina entrou na zona do rebaixamento e ocupa a 11ª colocação com apenas quatro pontos ganhos.

O Primeiro tempo foi fraco tecnicamente e com poucas chances claras de gols. O Araripina teve as melhores chances.  Porém pecou nas finalizações. O Náutico tentava explorar os contra-ataques, mas faltava qualidade aos meias para armar e aos atacante para concluir as jogadas ofensivas do time.

No segundo tempo, o Araripina foi rápido. E aos oito minutos abriu a contagem. Jessuí aproveitou o rebote de uma bola na trave e mandou para as redes. O time da casa continuou se aproveitando do mal futebol apresentado pelo Náutico e mandava na partida. Mas aos 26 minutos, Felipe foi expulso. O Araripina caiu de produção. O timbu equilibrou o jogo. E aos trancos e barrancos conquistou uma virada emocionante no final.  Aos 41 minutos, após um lançamento Rodrigo Dantas cabeceou e empatou a partida. Aos 45 minutos, Nílson aproveitou a falha da zaga e chutou na saída do goleiro para marcar o gol da vitória alvirrubra.

Na próxima rodada, o Náutico enfrenta a Cabense no Cabo, a partida será às 21hs da próxima quarta-feira, 03. No mesmo dia sendo que às 20h30, o Araripina recebe o Central no Chapadão do Araripe.

Sport empata com o Vera Cruz

O Líder Sport voltou a decepcionar sua torcida. Jogando na Ilha do Retiro, o leão apenas empatou com o Vera Cruz em 1×1. Esse foi o segundo empate consecutivo do time rubro-negro na competição. Com o resultado deste domingo, 31, o Sport permanece na liderança, agora, com 14 pontos conquistados. Já o Vera Cruz segue na 6ª colocação com nove pontos ganhos.

O Sport foi completamente dono do jogo no primeiro tempo. Com mais posse de bola, o time leonino era o único a criar oportunidades de gol. E aos 11 minutos abriu o placar. Ciro recebeu no meio da área, girou e bateu rasteiro no canto do goleiro Gideão para fazer 1×0. O Sport seguiu mandando na partida. Aos 24 minutos, Wilson fez boa jogada e bateu cruzado, mas a bola atravessou a meta e foi para fora. Aos 43 minutos, Ricardinho fez grande jogada e bateu forte, porém Gideão defendeu.

No segundo tempo, o time rubro-negro começou em cima. Aos cinco minutos, Wilson chutou e o goleiro Leó(que substitua Gideão, machucado) defendeu. Aos poucos o Sport perdia força fisíca e o Vera Cruz crescia na partida. O Equilibrio começou a prevalecer. Até que aos 27 minutos, após um bate rebate na área a bola sobrou para Éverton. Ele chutou de fora da área, a bola desviou no meio de caminho e foi para o fundo das redes. Era o empate do Vera Cruz. A resposta rubro-negra foi um chute de Eduardo Ramos que bateu na trave. O time de Vitória de Santo Antão sofreu uma baixa com a expulsão de Éverton.

O Sport foi com tudo para o ataque. Givanildo colocou Nádson e Juninho em campo. Deixou o time mais ofensivo e com três atacantes em campo. O Leão voltou a dominar a partida, mas a pressão não surtiu efeito. Os empecilhos para o desempate foram o cansaço físico e o goleiro Leó. E o leão acabou recebendo algumas vaias no fim do jogo.

Opinião

O Sport tropeçou por dois motivos. Falta de pontaria e cansaço. O time foi superior no primeiro tempo, porém Wilson e companhia não estavam em uma tarde feliz e desperdiçaram várias oportunidades. Na segunda etapa, o time cansou e permitiu que o Vera Cruz empatasse o jogo. Após a expulsão de Éverton, o time voltou a ter o domínio, mas faltou força para os gols.

Precisa melhorar a condição física dos jogadores, principalmente do meio-de-campo. E a pontaria também. Ciro continua sendo o salvador da pátria rubro-negra.

Na próxima rodada, o Sport enfrentará o Santa Cruz no Arruda. Já o Vera Cruz joga contra o Ypiranga, em Santa Cruz do Capibaribe. Ambos os jogos serão na quarta-feira, 03, às 20h30.

Porto ganha do Santa Cruz

Em Caruaru, o Porto derrotou o Santa Cruz por 3×1. Foi a segunda vitória seguida do gavião do Agreste. Já o tricolor do Arruda sofreu a segunda derrota consecutiva. O Porto ocupa, agora, à 8ª posição com sete pontos ganhos. Já o Santa permanece no 4º lugar com 12 pontos.

O Primeiro tempo foi para os tricolores esquecerem. Apesar de ter começado com uma marcação boa e tomando a iniciativa, o Santa se perdeu em campo. Foram cerca de 15 minutos de apagão tricolor. Tudo começou aos 18 minutos quando Arlindo de cabeça escorou um cruzamento e abriu o placar para o Porto. No minuto seguinte, João Carlos cruzou e Fabian cabeceou para o fundo das redes e ampliou o marcador. O Santa sentiu o golpe e ficou completamente atordoado em campo. O Porto se aproveitou para ampliar a contagem. Aos 26 minutos, Fabian foi lançado na área. Ele driblou Leandro Cardoso e bateu cruzado no canto do goleiro Baggio. O Santa Cruz não teve forças para reagir no primeiro tempo.

No segundo tempo, o tricolor voltou com Marcelinho no lugar de Natan. A intenção era deixar o time mais ofensivo. A equipe passou a tocar mais a bola e tentar atacar. Mas faltava qualidade para chegar ao gol adversário. O Porto se fechou bem e quando atacava era bastante perigoso. O Goleiro Baggio fez três defesas espetaculares. Primeiro em uma cabeçada de Paulista, ele tocou na bola que bateu na trave depois e voltou para o goleiro. Em seguida, Alysson tentou cortar um cruzamento e só não marcou um gol contra, porque Baggio espalmou brilhantemente para escanteio. A última defesa foi em uma cabeçada do ataque caruaruense, que o goleiro se esticou para espalmar novamente.

O Santa Cruz pouco criou. Mesmo com a entrada de Élvis e Gaúcho o time não finalizava. Até que aos 36 minutos, Gilberto Matuto foi derrubado na área. Élvis cobrou o pênalti e diminuiu o placar. O time coral se animou em campo e foi em busca de mais um gol para colocar fogo na partida. Entretanto, faltava qualidade e força física em alguns instantes. E o time não conseguiu ameaçar a meta adversária.

Opinião

O Santa Cruz estava irreconhecível no primeiro tempo. O time completamente apagado a partir dos 15 minutos. Tomou três gols rápidos e a defesa falhou feio nas jogadas. O choque do 3×0 deixou o time pesado em campo, sem conseguir criar. O Porto administrou bem o final da etapa inicial. No segundo tempo, o Santa até tocou mais a bola. Porém não tinha jogador no meio-de-campo para armar as jogadas. Jackson estava bem marcado e por isso apagou-se durante toda a partida. Élvis não rendeu o esperado quando entrou, nem Marcelinho. Com isso, Gaúcho não era servido e não podia fazer nada. O Porto ainda merecia ter feito mais gols na segunda etapa, mas Baggio evitou uma tragédia coral em Caruaru. Nem de longe, foi o mesmo Santa da partida contra o Náutico.

O time precisa melhorar muito se quiser almejar uma vaga nas semifinais. O Clássico contra o Sport pode ser fatal para os planos dos tricolores. Uma nova derrota pode gerar uma crise no Arruda.

Na próxima rodada, o Porto encara o Sete de Setembro em Garanhuns. E o Santa fará o clássico das multidões contra o Sport no Arruda. Os dois jogos acontecerão na próxima quarta-feira, 03, às 20h30.

Ypiranga embala

O Ypiranga começa a atender as expectativas criadas antes do campeonato começar. Todos acreditavam que a equipe seria uma das principais forças do interior. Mas o começo foi decepcionante. Entretanto parece que a máquina de costura acordou. Neste domingo, 31, o time venceu sua segunda partida consecutiva na competição.

Mesmo jogando fora de casa, o Ypiranga derrotou o Vitória por 3×1. Luís Eduardo abriu o marcador, Fágner e Rosembrick completaram a festa. O Vitória só diminuiu nos minutos finais com Suélinton. Com este resultado, o Ypiranga chegou aos sete pontos e subiu para a 7ª colocação. Enquanto que o tricolor das tabocas caiu para o 10º lugar, com cinco pontos ganhos.

Na próxima rodada, o Ypiranga joga em Santa Cruz do Capibaribe contra o Vera Cruz na quarta-feira, 03, às 20h30. No mesmo dia e horário, o Vitória enfrenta o Salgueiro, no Carneirão.

Sete de Setembro vence a primeira

O Sete de Setembro venceu pela primeira vez no Campeonato Pernambucano de 2010. O Time de Garanhuns, derrotou o Salgueiro por 1×0 neste domingo, 31, pela 6ª rodada. Mesmo com o resultado positivo, a equipe setembrina não saiu da última colocação, pois perde nos critérios de desempate para o Araripina. Já o Salgueiro permanece no 5º lugar com 10 pontos ganhos.

O Gol da vitória do Sete de Setembro foi marcado por Tiago Lima. A equipe volta a campo contra o Porto na quarta-feira, 03, em Garanhuns às 20h30. O Salgueiro joga contra o Vitória no mesmo dia e horário.

Twitter segue a rodada

A partir das 15h45 estaremos juntos acompanhando a 6ªrodada do Campeonato Pernambucano pelo twitter do blog.

Para acompanhar e participar basta acessar: http://www.twitter.com/blogpe4linhas