São Caetano goleia o Náutico

Humilhante e surpeendente. Assim pode ser qualificada a atuação do Náutico contra o São Caetano. O timbu não teve forças para encarar o Azulão e foi goleado por 5×0. A derrota avassaladora deixou o Náutico na 9ª colocação com 11 pontos. Já o São Caetano pulou para o 4º lugar com os mesmos 11 pontos.

O jogo mal começou e o timbu foi surpreendido com um grande golpe. Aos 20 segundos de jogo, Everto Ribeiro recebe na lateral e toca para Artur. Ele dribla o zagueiro e ao entrar na área chutou por baixo de Rodrigo Carvalho. Foi um gol relâmpago. E o time do Náutico ficou abatido em campo. O São Caetano se paroveitou e ampliou o placar aos 4 minutos. Após cobrança de falta, a bola é desviada e sobrou para Kleber que completou para o fundo das redes. Aí o time do Náutico até tentou se organizar, mas não conseguiu. E aos 17 minutos as coisas pioraram para os alvirrubros. Fernandes apareceu livre cara a cara com o goleiro do timbu. Rodrigo Carvalho acabou derrubando o adversário na área e o juiz marcou pênalti.  Eduardo cobrou com categoria, o goleiro Bruno foi na direção da bola, mas não evitou o gol. Em 18 minutos, o Náutico perdia por 3×0 e ainda com um homem a menos em campo.

O São Caetano passou a administrar o resultado. E só chegou com mais dois chutes que passaram perto do travessão. Já o Náutico só respondeu aos 39 minutos. Geílson cruzou e Evando chutou. O goleiro Luiz se atrapalhou na hora de defender e salvou a bola em cima da linha. O jogo caminhou para o intervalo sem muita empolgação.

No segundo tempo, o jogo começou com o São Caetano administrando e o Náutico tentando encontrar espaço para diminuir o placar. Porém foram os donos da casa quem chegaram ao gol. Aos 12 minutos, Eduardo foi derrubado na área por Diego Bispo. O juiz marcou o pênalti. Na cobrança, o mesmo Eduardo bateu no canto contrário de Bruno e marcou o quarto gol do São Caetano. Aí o São Caetano resolveu tocar a bola de vez. O Náutico não tinha forças para atacar e não fez mais nada no jogo que ameaçasse o placar arrasador do time paulista. Para fechar o vexame alvirrubro aos 44 minutos, Bruno Recife cruzou para Eduardo que, livre, cabeceou para o fundo do gol. Foi o encerrramento da pior apresentação do Náutico na Série B.

Opinão

Resultado mais do que justo, incontestável. O Náutico só fez entrar em campo, mas não jogou nada. O Gol nos primeiros segundos de jogo abalou o timbu. A Sequência da construção do placar final foi destruindo o Náutico. O time não teve forças nenhuma para reagir. Nem parecia que esse time já foi chamado de “time de guerreiros”. É um vexame para apgar e aprender com os erros cometidos. Será difícil para Gallo trabalhar o emocional do time esta semana, mas a equipe precisa reagir diante do Ipatinga-MG.

O técnico Gallo precisa trabalhar mesmo o emocional, mas para evitar esse número excessivo de expulsões do time. Já são seis cartões vermelhos nos últimos cinco jogos. O time só terminou com os 11 em campo na partida da estreia contra o Coritiba. E pela terceira vez, a expulsão prejudicou e muito o desempenho do time. Outra coisa que Gallo precisa melhorar é suas substituições, pois pela segunda vez consecutiva ele cometeu erro grave ao mexer no time. Não deveria ter tirado Carlinhos Bala que é o armador do time. Matou a investida ofensiva da equipe alvirrubra.

Agora é apagar esse vexame e se recuperar diante do Ipatinga no sábado, 5, às 16hs nos Aflitos. O São Caetano volta a jogar na sexta-feira, 4, diante do Brasiliense, às 21hs em Brasília.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: