Classificação da Série B

Veja como ficou a classificação da Série B do Campeonato Brasileiro após a 11ª rodada. Veja também os resultados desta rodada.

Resultados

Terça-feira, 27/07

Sport  1×2  Duque de Caxias

Santo André  1×1  América-RN

 

Sexta-feira, 30/07

Icasa  0x0  Guaratinguetá

Vila Nova-GO  0x1  Coritiba-PR

Portuguesa-SP  3×1  São Caetano-SP

Sábado, 31/07

ASA-AL  2×1  América-MG

Paraná  4×0  Náutico

Bahia  2×2  Figueirense-SC

Bragantino-SP  0x2  Ponte Preta-SP

Ipatinga-MG  3×1  Brasiliense-DF

CLASSIFICAÇÃO

Posição Time PG JG V E D GP GC SG
Coritiba 24 11 07 03 01 18 12 +6
NÁUTICO 23 11 07 02 02 19 19 00
Figueirense 21 11 06 03 02 21 10 +11
Portuguesa 20 11 06 02 03 24 16 +8
Paraná 19 11 06 01 04 19 11 +8
América-MG 18 11 05 03 03 15 07 +8
São Caetano 18 11 05 03 03 21 16 +5
Guaratinguetá 18 11 04 06 01 19 15 +4
Bahia 17 11 06 01 04 19 16 +3
10º ASA 16 11 05 01 05 21 19 +2
11º Icasa 14 11 04 02 05 16 15 +1
12º Ponte Preta 14 11 03 05 03 14 12 +2
13º  Brasiliense 14 11 03 05 03 16 18 -1
14º Duque de Caxias 12 11 04 00 07 12 23 -11
15º Santo André 12 11 03 03 05 20 22 -2
16º SPORT 11 11 03 02 06 16 17 00
17º Bragantino 10 11 01 07 03 08 13 -5
18º Ipatinga 08 11 02 02 07 13 22 -9
19º América-RN 08 11 01 05 05 10 21 -11
20º Vila Nova 04 11 01 01 09 05 22 -17

Legenda

JG – Jogos disputados

PG – Pontos Ganhos

V – Vitórias

E – Empates

D – Derrotas

GP – Gols Pró (Gols Marcados)

GC – Gols Contra (Gols Contra)

SG – Saldo de Gols

Zona de acesso à Série A

Zona de Rebaixamento para Série C

Anúncios

Náutico é goleado pelo Paraná

O Náutico decepcionou. Sem apresentar o espirito guerreiro dos útimos jogos, o timbu foi goleado pelo Paraná por 4xo. O resultado deixou o time alvirrubro na 2ª posição. Já o Paraná subiu para o 5º lugar. Foi apenas a segunda derrota do Náutico na competição.

No primeiro tempo o jogo foi dominado pelo Paraná. O Náutico deu apenas um chute nos dez minutos iniciais com Zé Carlos e bem defendido pelo goleiro Juninho. A Partir daí, só o time da casa chegou com perigo. E aos 11 minutos, saiu o primeiro gol. Marcelo Toscano chutou forte da entrada da área e a bola balnçou as redes do goleiro Gledson. O Náutico não conseguia responder. O jogo era muito truncado, principalmente no meio de campo. E aos 29 minutos,o Paraná ampliou o marcador. Após cobrança de escanteio, Leandro Bocão cabeceou para o fundo do gol. O Náutico teve mais uma chance aos 33 minutos. Após cobrança de falta, Wescley apareceu livre na área, mas foi atrapalhado pelo luz do Sol e não conseguiu cabecear. No minuto seguinte, Vinicius cruzou e Wescley desviou a bola que foi parar no fundo do gol de Gledson. Era o terceiro gol paranaense no jogo. O time do Náutico ficou nervoso e não conseguiu reagir.

No segundo tempo, o Paraná continuo melhor. O time teve três chances claras de ampliar o marcador em 20 minutos.Gledson salvou o Náutico. Aos 33 minutos, Valdeir foi derrubado por Diego Bispo na área. Pênalti para o Paraná. O goleiro Juninho cobrou com um chute forte no centro do gol, a bola passou por debaixo de Gledson e balançou as redes. Goleada decretada, o time paranaense passou a tocar a bola e ouvir a torcida gritar olé. O Náutico chegou apenas com um chute de Zé Carlos e outro de Anderson Paim ambos bem defendidos por Juninho.

Opinião

O time do Náutico não se encontrou em campo. Desorganizado, o time não tocou bem a bolae ainda apresentou vários erros na marcação. Nem de longe foi o mesmo time guerreiro que fez do Náutico o líder da Série B. Além de toda falta de qualidade, o timbu mostrou-se nervoso e fez muitas faltas duras. Prevaleceu a competência e a qualidade do Paraná. A Vitória foi muito merecida, inclusive a goleada. Se quiser voltar à liderança e continuar no G4 tem que voltar a apresentar o futebol guerreiro e aperfeiçoar a qualidade técnica.

Na próxima rodada, o Náutico enfrenta o Sport no sábado, 31, às 16h10 nos Aflitos. Já o Paraná joga no mesmo dia e horário contra o Coritiba.

Náutico encara Paraná para se manter líder

O Náutico vai enfrentar o Paraná na tarde deste sábado, 31, pela 11ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. O Timbu quer a vitória para se manter na liderança da competição.

Para o jogo, Alexandre Gallo fez mistérios com treinos secretos. Garantiu já ter definido o time, mas não divulgou a escalação.  Ele não vai poder contar com o atacante Bruno Meneghel e o lateral Cesár Prates, ambos machucados. Em compensação tem o retorno de Rodrigo Pontes, que cumpriu suspensão. O volante Ramirez sentiu dores no último treino, já em Curitiba, e ainda é dúvida para partida. Élton pode ser seu substituto. E o time ainda vai contar com a estreia do recém-contratado, Francismar.

PARANÁ – O Paraná vive uma crise financeira e por isso aumentou o valor dos ingressos para esta partida. Dentro de campo, a equipe está na 8ª colocação e quer se aproximar do G4. O Time tem o desfalque do zagueiro Alessandro Lopes, suspenso e o volante João Paulo que está saido para o exterior. Mas tem o retorno do zagueiro Irineu que se recuperou de uma lesão.

O Jogo será difícil, mas esse time do Náutico é guerreiro, lutador e gosta de surpreender. O Paraná não atravessa uma boa fase, mas sempre dificulta as coisas quando joga em casa. Torço por uma vitória alvirrubra, mas aposto em um empate, que já é um grande resultado para o Náutico.

Boa Sorte ao Náutico!!!

Ficha do Jogo

Campeonato  Brasileiro – Série B

11ª Rodada

Local: Estádio da Vila Capanema, em Curitiba(PR)

Horário: 16h10


Paraná: Juninho, Diogo, Irineu e Luís Henrique; Murilo, Chicão, Luiz Camargo, Marcelo Toscano e Gilson; William e Leandro Bocão

Técnico: Marcelo Oliveira

Náutico: Gledson; Tinga, Wescley, Vinicius e Zé Carlos; Rodrigo Pontes, Ramirez, Francismar e Giovanni; Geílson e Cristiano

Técnico: Alexandre Gallo

Árbitro: Wallace Nascimento Valente (ES)

Assistentes: Katiuscia Mayer Berger(FIFA-ES) e Adailson Alves Pereira(ES)

Sport anuncia mais um reforço

O Sport vive um momento de crise. Para aliviar as coisas, foi criado um colegiado de futebol. E a promessa era de contratações. A mais prometida e aguardada é de Marcelinho Paraíba, que está no São Paulo. Mas a negociação deve ser concretizada nos próximos dois dias. Neste sábado, 31, o vice-presidente de futebol do clube anunciou a contratação de um novo jogador.

Trata-se do meia Fabrício que estava no futebol da Coréia do Sul. Ele foi revelado pelo América-MG e teve o auge de sua carreira na passagem pelo Atlético-PR entre os anos de 2001 e 2006. Fabrício foi campeão brasileiro pelo time paranaense em 2001. Depois de sair do Atlético-PR ele rodou pelo futebol asiático.

É um bom reforço para o leão. Se jogar a bola que jogou no Atlético-PR vai ajudar e muito o Sport a se recuperar na Série B. Fabrício se apresenta na segunda-feira, 02.

Ficha Técnica do Jogador

Foto: Globoesporte.com


Nome: Fabrício Eduardo Souza

Idade: 30 anos

Altura: 1,78m

Peso: 80kg

Clubes que já defendeu: América-MG, Atlético-PR, Brasiliense-DF, AL Khor-Catar e Seongnam-Coréia do Sul

Náutico empata com Botafogo-PB

No encerramento da 11ª rodada do Campeonato do Nordeste, o Náutico empatou com o Botafogo-PB por 1×1 . O Resultado deixou o timbu na 5ª posição com dezesseis pontos ganhos. O time paraibano é o último colocado com apenas oito pontos conquistados.

Chapinha acertou cabeçada e abriu o marcador para o Botafogo-PB aos 18 minutos do primeiro tempo. O Náutico foi melhor no primeiro tempo e disperdiçou algumas chances claras . Aos 32 minutos,Thiaguinho conseguiu driblar o goleiro, mas chutou na trave. Porém, o timbu só empatou aos  20 minutos da segunda etapa com Erik. Ele tinha acabado de entrar, recebeu lançamento de Philip e chutou forte para o fundo do gol.

Opinião

O Resultado é um pouco ruim para o Náutico. O time continua na briga por uma das vagas no grupo dos quatro primeiros que se classificam para as semifinais. Mas não podia ter desperdiçado a vitória contra o time mais fraco da competição. E olha que o timbu perdeu várias chances de vencer. Lembrando que esse time é o misto do Náutico formado por reservas e juniores e comandado por Sérgio China. Dá para o time chegar às semifinais.

Na próxima rodada, o Náutico joga contra o CSA nos Aflitos. A partida será às 20h da quarta-feira, 04. O Botafogo faz o clássico paraibano com o Treze na quinta-feira, 05, às 20h30.

Náutico viaja desfalcado

O Náutico viajou na tarde desta quinta-feira, 29, para Curitiba, onde timbu irá jogar no sábado contra o Paraná. O time alvirrubro terá desfalques. Bruno Meneghel acabou voltando a sentir dores na coxa direita e não viajou com a delegação. Já Cesár Prates segue se recuperando de lesão e também está fora da partida.

A Novidade é o meia Francismar que foi recém-contratado. Ele fica à disposição do treinador Alexandre Gallo. Rodrigo Ponte volta de suspensão. E o time titular deve ser o seguinte: Glédson; Márcio Tinga, Wescley, Vinícius e Zé Carlos; Ramirez, Rodrigo Pontes, Francismar e Geovanni; Cristiano e Geílson.

TIME B – Na noite desta quinta-feira, 29, o time B do Náutico entrará em campo pela 11ª rodada do Campeonato do Nordeste. O Adversário será o Botafogo-PB no estádio Amigão em Campina Grande-PB. O Náutico vai à campo com a seguinte formação: Rodrigo Carvalho; João Ananias, Nilson, Saulo e Wellington; Auremir, Helder, Diego Costa e Dinda; Thiaguinho e Erivelto. A equipe comandada por Sérgio China tenta se manter no G4 que passa para as semifinais da competição.

Sport vai ter colegiado

As coisas estão mudando no futebol do Sport. Uma reunião longa do presidente Silvio Guimarães com alguns ex-presidentes e ex-diretores do clube determinou que será formado um colegiado para comandar o futebol. O Presidente do clube aceitou com a condição de manter o técnico Toninho Cerezo.

Gustavo Dubex, Aluisio Dubex, Severio Otávio (Branquinho), Wanderson Lacerda e Gerson Lucena estarão à frente deste colegiado. O Presidente Silvio Guimarães disse, em entrevista coletiva, que o grupo terá liberdade para tomar decisões. “Trouxe pessoas experientes para trabalhar pelo clube. Esse colegiado será sob minha presidência, mas será democrático. Fiquei muito satisfeito porque eles estão dispostos a trabalhar. Já dei carta branca a eles para que eles façam as exigências e cobranças necessárias com o elenco”, disse o presidente.

O Novo colegiado assume a partir de segunda-feira, 29. Algumas dispensas devem ser feitas e contratações de peso também. O nome mais forte é de Marcelinho Paraíba, do São Paulo. Segundo informações, entre o Sport e o time paulista já está tudo acertado, só falta o jogador concordar.

É uma decisão acertada a formação deste colegiado. O Sport precisa de um grupo de diretores fortes e que cheguem perto do elenco. Um grupo que jogue junto com o time, que viva o dia-a-dia. Isso pode fazer com que o elenco ganhe moral e renda mais. As contratações e dispensas são essenciais também para a evolução do time. Boa Sorte aos novos diretores e ao Sport.