Náutico ganha clássico nordestino

Time de guerreiros. É assim que o Náutico vem sendo chamado pela campanha na  Série B. E neste sábado, 24, o timbu honrou o lema e com muita garra e determinação derrotou o Bahia por 3×2 nos Aflitos. O Resultado fez o timbu ser líder da Série B com 23 pontos ganhos. Já o time baiano fica na 9ª colocação com 16 pontos conquistados.

O Náutico não começou bem a partida. O timbu tinha dificuldades para emplacar um ataque. A partida estava equilibrada, mas o time baiano era um pouco mais perigoso quando partia para o ataque. Aos 14 minutos, Rodrigo Gral completou um  cruzamento e Gledson fez uma grande defesa, salvando o Náutico. Aos 17 minutos o Bahia abriu o placar. Aílton chutou cruzado, a zaga cortou e no rebote Vander encheu o pé e chutou sem chances para Gledson. O Náutico se abateu um pouco e demorou para acordar. O Bahia ainda teve uma chance com mais um chute de Rodrigo Gral e a boa defesa do goleiro Gledson.

Só nos 15 minutos finais da primeira etapa é que o Náutico reagiu. O Goleiro Fernando do Bahia fez duas grandes defesas, uma delas em cabeçada de Geílson. Mas aos 30 minutos, ele não evitou o empate alvirrubro. Giovanni entrou pela esquerda da área, se livrou dos zagueiros e chutou cruzado no canto do goleiro para fazer 1×1. A torcida se empolgou nas arquibancadas e o time dentro de campo. E não demorou muito para a virada acontecer. Aos 34 minutos, Geílson ganhou dividida com os zagueiros, entrou na área e bateu forte na saída do goleiro Fernando, marcando o segundo gol alvirrubro.

Aí o time pernambucano passou a tomar conta do jogo. O Bahia tentava ir para o ataque, mas esbarrava na marcação alvirrubra. E dava espaço para os contra-ataques do Náutico. E foi assim que aos 47 minutos fez o terceiro gol. Geílson arrancou pela esquerda e cruzou para Cristiano que mesmo deitado chutou para o gol vazio. Era uma reação espetacular do Náutico que foi para o intervalo com uma boa vantagem e moral dentro de campo.

Na volta, o timbu não conseguiu imprimir o mesmo ritmo dos minutos finais da etapa inicial. O Bahia veio mais forte e logo diminuiu o placar. Aos nove minutos, Rodrigo Gral chutou, Gledson defendeu, mas no rebote Ávine chutou cruzado e forte, sem chances para o goleiro alvirrubro. A partir daí o jogo ganhou emoção e drama. O Bahia foi com tudo atrás do empate. E o Náutico contando com o apoio da torcida mostrou garra para segurar o adversário. Rodrigo Gral teve duas grandes chances de empatar. Na primeira jogou para fora e na segunda viu Gledson salvar.

Aos poucos o Náutico foi neutralizando as investidas ofensivas do Bahia. E o jogo ficou truncado e nervoso. Aos 35 minutos, Thiaguinho fez falta de ataque e foi expulso pelo lado do Náutico. O timbu foi valente e não se intimidou com o fato de ter um homem a menos. O Bahia foi na base do desespero buscar o empate, mas pecou nas finalizações. No fim do jogo, o time baiano acabou tendo o zagueiro Alisson e o goleiro Fernando expulsos. O primeiro por falta dura e o segundo por reclamação. Com os cinco minutos finais bastante tumultuado, o Náutico segurou o resultado. Ao final da partida, era evidente o cansaço físico dos guerreiros do Náutico pelo espírito de luta impostos dentro de campo.

Opinião

Foi uma vitória merecida. O Náutico lutou bastante. Não começou bem, tomou um gol, demorou um pouco, mas mostrou forte poder de reação. Foram 15 minutos excepcionais do time alvirrubro no fim do primeiro tempo. A Segunda etapa foi mais dramática, o juiz complicou um pouco o jogo ao errar na marcação de faltas e na distribuição de cartões. O Bahia diminuiu e foi com tudo em busca do empate. Mas o Náutico foi valente e superou todas as adversidades. Com muita garra e determinação os jogadores alvirrubros anularam as chances do Bahia de empatar. Falta um pouco de qualidade técnica, mas não falta vontade de vencer a este time do Náutico.

Todos os jogadores estão de parabéns pelo espírito guerreiro que estão demonstrando ter. Esta é a forma de jogar uma série B. Quando não se tem técnica, vai no coração, na raça e é assim que o Náutico está sendo líder desta Série B. Tomara que continue assim até o fim do campeonato, pois desse jeito o acesso virá.

Na próxima rodada, o Náutico joga contra o Paraná no sábado, 31, às 16h10 na Vila Capanema, em Curitiba-PR. Já o Bahia vai enfrentar o Figueirense no mesmo dia e horário no estádio Pituaçu, em Salvador.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: