Náutico perde a primeira nos Aflitos

O Náutico segue com sua má fase na Série B. Nesta sexta-feira, 10, o timbu acabou derrotado pelo Duque de Caxias port 2×0, dentro dos Aflitos. Foi a primeira derrota alvirrubra dentro de casa. O Resultado deixa o timbu em 7º lugar, provisoriamente, com 31 pontos ganhos. Com o complemento da rodada o timbu pode perder quatro colocações.

O Primeiro tempo foi muito fraco tecnicamente. Parecia um retrato do jogo entre Coritiba x Náutico na última partida. As equipes chegavam ao ataque, porém encontrava dificuldades na hora de finalizar. A primeira grande oportunidade foi aos 24 minutos, Erick Flores tabelou com Giovanni e chutou de fora da área, Lopes se esticou e fez uma grande defesa. O Duque de Caxias teve duas oportunidades. Uma foi aos 27 minutos quando Somália foi lançado na área, porém o goleiro Gledson saiu e se antecipou ao atacante segurando firme. Pouco tempo depois, após um toque de bola bom, Mancuso recebe e chuta para defesa de Gledson em dois tempos. No mais o jogo ficou disputado no meio-de-campo e sem maiores emoções. E o empate até então era justo.

No segundo tempo, o Náutico voltou com Evando no lugar de Bruno Veiga. O jogo começou mais veloz. As duas equipes buscando mais o ataque. O Náutico tomou a iniciativa e o Duque passou a explorar os contra-ataques. Os lances mais perigosos acabaram sendo dos cariocas. O máximo que o Náutico coseguiu assustar foi em um chute de Hamílton onde a bola fez uma curva e assustou o goleiro Lopes, passando muito próximo da trave. Aos 14 minutos, a bola foi levantada na área e Leandro Chaves dividiu com Gledson. O Goleiro alvirrubro fez grande defesa ao desviar com a perna para escanteio, a bola ainda passou perto. Porém o juiz deu tiro de meta.

Aos 20 minutos saiu o primeiro gol do jogo. Em um rápido ataque do Duque de Caxias, Somália foi lançado e na linha de fundo cruzou rasteiro para Leandro Chaves empurrar para as redes. A torcida do Náutico se revoltou e começou a pegar no pé do time e do treinador. Em campo, o timbu se desestabilizou. Melhor para o Duque de Caxias que ampliou o marcador aos 28 minutos. Após cobrança de falta, Somália apareceu livre na área para, de cabeça, ajeitar a bola para Leandro Chaves que chutou para o fundo do gol, sem chances para Gledson.

A torcida do Náutico começou a jogar contra o time. E muitos foram embora. O Duque continuou melhor e quase marca o terceiro gol quando Leandro Chaves cobrou falta e acertou o travessão. Nervoso, Wescley pisou no jogador do Duque de Caxias e acabou expulso. Para a sorte do Náutico o atacante André Luis, que levou o pisão, acabou expulso por reclamar do árbitro. Mas o time carioca teve outra chance de ampliar o placar. Após cruzamento na área, Somália, livre, cabeceou e Gledson segurou firme no meio do gol. Depois o Náutico até tentou crescer, mas faltou qualidade e força para tal feito. Restou aos pouco mais de nove mil torcedores vaiar e protestar contra a apresentação do time.

Opinião

Foi uma vitória merecida do Duque de Caxias. Depois de um primeiro tempo igual, a equipe carioca acabou achando espaço e crescendo na etapa final. O Náutico não apresentou criatividade, finalizou pouco e não ofereceu muito perigo. Foi a pior partida do time dentro dos Aflitos. Sem garra, sem qualidade nenhum time vence nem dentro de casa. O Duque foi bem superior e soube ser fatal.

O Náutico apresentou muitas falhas de marcação. Poucos foram os jogadores que se destacaram em campo. Acho que Hamílton e Erick Flores foram os melhores da equipe, embora possam dá mais de si. O Técnico Gallo tem total culpa da atuação do time. Escalou de maneira errada e mexeu errado. Primeiro improvisou o meia Marcelo na lateral-direita, o volante Rodrigo Pontes na zaga e o latreral-direito Cesar Prates na esquerda. Entrou com o esquema de 4-4-2 diferente do que costuma usar nos Aflitos. E na hora de mexer tirou o melhor atleta em campo e ainda colocou o jogador errado. Era para ter colocado Bruno Veiga logo na segunda alteração, mas deixou para a última.

Repito o que disse no comentário do último jogo, Gallo precisa definir um esquema para o time. Não pode toda partida escalar de uma forma diferente e com tanta improvisação. Ele tinha como escalar a equipe sem improvisar, porém não quis. Surpreendeu negativamente com sua escalação inicial. Espero que tenha aprendido a lição e conserte os erros a tempo.

Quanto ao time precisa voltar a ter a garra, pois já disse uma vez e repito quando não se tem qualidade tem que buscar a vitória na raça. E esse time do Náutico tem raça, pois jogou assim as primeiras partidas. Está nitído a falta de vontade. E isso somada à falta de entrosamento e de qualidade está prejudicando e muito o time que só faz cair na tabela de classificação. Então o Náutico precisa consertar seus erros e também contratar jogadores mais qualificados para o time. Caso contrário corre o risco de ter que se preocupar com o descenso para a Série C.

Na próxima rodada, o Náutico vai enfrentar o Bragantino-SP no próximo sábado, 18, em Bragança Paulista-SP às 15h50.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: