Sport perde outra chance de encostar no G4

Parece que o Sport não está querendo subir para a Série A do Campeonato Brasileiro. O Time rubro-negro desperdiçou na noite de sexta-feira, 12, mais uma chance de encostar no G4 da Série B e depender das próprias forças para conquistar o acesso. Muito mal em campo o leão da Ilha não passou do empate em 1×1 com o Santo André-SP.

O Sport até começou bem o jogo. Partiu para cima querendo o gol que abrisse o caminho para uma futura possível vitória. E não demorou para fazer o seu gol. Aos dez minutos, Ciro desviou um lançamento e deixou Wilson cara a cara com o goleiro. O atacante rubro-negro não desperdiçou a chance e mandou por cima de Neneca para o fundo das redes. A Vantagem empolgou time e torcida rubro-negra. E por pouco o Sport não fez o segundo gol aos 17 minutos. Ciro puxou contra-ataque e tocou para Marcelinho na área de frente para o gol. Wilson apareceu livre no meio da área, mas o meia preferiu chutar e a bola foi na rede pelo lado de fora, para desespero de Wilson.

Esse lance matou o time do Sport no jogo. A partir daí o Santo André cresceu e foi buscar o empate. Recuado, o time da casa se rendeu ao adversário e não teve força para levar perigo. No finalzinho da primeira etapa o time paulista conseguiu empatar o jogo. Aos 40 minutos a bola ficou perdida na área, ninguém da zaga rubro-negra cortou e Richely aproveitou para encher o pé e mandar para o fundo do gol silenciando a Ilha do Retiro. Era o empate justo na primeira etapa e que deixava um ar tenso no estádio.

Ao contrário do que se esperava o Sport conseguiu voltar pior para o segundo tempo. Muito nervoso em campo o time rubro-negro foi pressionado nos 20 minutos iniciais. O Santo André fez uma blitz e comandou a partida. Magrão foi obrigado a fazer uma grande defesa em um chute de Dênis. O Time pernambucano só reagiu quando Geninho resolveu escutar os gritos da torcida e colocou Élton no jogo, embora os torcedores tenham ficado revoltados com a saída de Ciro e não Marcelinho como queriam. O Sport reagiu e saiu mais para o ataque. Porém errava muitos passes, principalmente o último antes da finalização. Na hora H de concluir o time leonino mandava seus chutes para fora.

Sem criar nenhuma grande chance o Sport quase foi castigado nos minutos finais da partida. Aos 33 minutos, Richely aproveitou falha de André Leone e chutou a bola que passou muito perto da trave. Dois minutos depois foi a vez de Aloísio chutar, Magrão desviou e bola acertou a trave e voltou para as mãos do goleiro rubro-negro. Aos 36 minutos o time leonino ficou com um homem a menos com a saída de Romerito, machucado, e como já tinha sido feita as três alterações ninguém poderia entrar. A pressão do Santo André aumentou. Aos 39 minutos, Magrão precisou sair da área para cortar a bola. Cicinho dominou no meio-de-campo e chutou para o gol vazio. Mas André Leone conseguiu mergulhar dentro da área e tirar a bola com o peito.

Nos minutos finais o Leão teve sua situação piorada. Aos 44 minutos Dutra foi expulso ao tomar o segundo cartão amarelo. Dois minutos depois a sorte e a competência de Magrão salvaram o Sport. Borebi entrou cara a cara com o goleiro e chutou rasteiro, Magrão fez grande defesa e garantiu o empate. Antes do fim da partida o Sport ainda teve André Leone expulso e segurou na marra o empate que ainda dá chances matemáticas de garantir o acesso.

 

Opinião

 

Pior partida do Sport na Série B. Deixou de ser sina para ser incompetência o fato do Sport não conseguir vencer times da parte de baixo da tabela. Impressionante como o Sport jogou mal após ter feito 1×0 e perdido a chance de ampliar o marcador. O Time se rebaixou ao nível de futebol do Santo André que acabou crescendo no erro e no nervosismo dos rubro-negros.

O Sport começou bem, foi caindo e no segundo tempo teve uma atuação ridícula para um time que quer subir. Como pode um time que joga em casa contra um adversário fraco não conseguir chutar uma bola em gol na segunda etapa? E se não fosse Magrão, o Sport estaria oficialmente fora da briga. São Magrão.

Geninho errou na substituição que fez no segundo tempo. Ciro vinha bem na partida e não merecia ter saído. Marcelinho que não fez nada de bom o jogo todo ficou os 90 minutos em campo. Não dá para entender. Ciro e Élton juntos iriam dá trabalho ao Santo André. Marcelinho não contribuiu em nada para o time mais uma vez. Foi o erro mais grave de Geninho e que teve mais influência no mal desempenho do time nesta competição. Parece implicância com Ciro e, com todo respeito, medo ou até mesmo respeito em excesso ao nome Marcelinho Paraíba.

Agora só um milagre coloca o Sport na 1ª divisão. O América-MG não é um time que tenha cara de quem vai tropeçar quatro vezes seguidas. O time já passou dois jogos sem vencer, teria que perder para o Sport e empatar com a Ponte Preta para permitir que o Leão tenha chances de subir. Isso claro se o Sport não vencer a Portuguesa que também precisa tropeçar em outra das duas partidas que ainda vai fazer. Matematicamente o Sport está vivo, mas com o futebol que vem apresentando dificilmente conseguirá subir.

 

Na próxima rodada o Sport vai encarar o América-MG. O jogo será sábado, 20, às 16hs em Sete Lagoas-MG.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: