O Fenômeno se aposenta

Esta segunda-feira ficará marcada na história do futebol brasileiro e mundial. Um grande mito está encerrando sua carreira de jogador. Ronaldo Nazário, o Fenômeno, decidiu pendurar as chuteiras por não agüentar mais as dores no corpo. Encerra-se uma carreira de momentos marcantes, brilhos, alegrias, decepções, superações e muitos gols. É a despedida de um dos melhores jogadores da história do futebol mundial.

Ronaldo Nazário de Lima surgiu para o futebol aos 17 anos no Cruzeiro em 1993. No ano seguinte se transferiu para a Holanda onde jogou no PSV e foi convocado para disputar a Copa do Mundo daquele ano pela Seleção Brasileira. Não jogou uma partida sequer no mundial, mas teve a honra de fazer parte do grupo que tornou o Brasil tetracampeão mundial de futebol. Depois Ronaldo só fez crescer. Foi para  o Barcelona, da Espanha, onde jogou muita bola e conquistou o título de melhor jogador do mundo em 1996. Título este que ele viria a ganha no ano seguinte quando jogava pelo Inter de Milão.

Em 1998 teve a chance de se consagrar quando foi disputar a Copa do Mundo na França. Conduziu o Brasil até a final contra os donos da casa. Mas uma história mal explicada fez com que seu desempenho fosse muito abaixo da critíca e o Brasil acabou sendo derrotado por 3×0. Apesar de os médicos terem dito que ele teve uma convulsão antes do jogo, mas depois tinha condições de jogo, era bastante perceptível que algo muito mais grave tinha antecedido aquela final. Só não se sabe, ainda, o que realmente aconteceu. Ronaldo ainda teve o rompimento do tendão patelar do joelho esquerdo e ficou cinco meses afastado do futebol.

O Segundo momento difícil na carreira veio em abril de 2000. Durante um partida pelo Inter de Milão quando rompeu o tendão patelar do joelho direito. Uma cena chocante e que parecia ser o fim da carreira de Ronaldo. Mas ele se mostrou forte. Passou um ano e três meses se tratando. Voltou ao futebol e em 2002 nos deu a maior alegria ao comandar o Brasil ao lado de Rivaldo na conquista do pentacampeonato mundial de futebol. Ronaldo marcou oito gols nesta Copa do Mundo, dois deles na final e muito injustamente não foi eleito o melhor jogador do mundial. Mas ficou pela terceira vez com o título de melhor jogador do mundo, escolhido pela FIFA.

Foi aos poucos perdendo um pouco do seu brilho. Confusões extra-campo começaram a manchar sua imagem. Ronaldo foi ficando fora do peso e passou a ser muito contestado. Em 2006 voltou a disputar uma Copa do Mundo pela Seleção Brasileira. Fez gols, virou o maior artilheiro da história das Copas do Mundo. Mas não conseguiu levar a nossa seleção ao título. Mais uma vez parou nos pés da França, desta feita nas quartas-de-finais.

Em 2008, Ronaldo voltou a viver um drama. Quando jogava pelo Milan, da Itália, voltou a romper o tendão patelar do joelho esquerdo. Uma lesão de forma muito parecida com a que viveu em 2000. Mais uma cena chocante e novamente acreditava-se no fim da carreira do jogador. Outra vez ele mostrou sua força de superação e recuperou-se. Voltou ao futebol para jogar pelo Milan, mas sem o mesmo brilho. Em 2009 foi contratado pelo Corinthians-SP. Era sua volta ao futebol brasileiro. Ajudou o time paulista a conquistar o Campeonato Paulista, a Copa do Brasil e voltar a jogar a Libertadores. Passou o ano de 2010 se arrastando. Fora do peso, não jogou todas as partidas do time. Muito se cogitou a aposentadoria, mas ele garantiu ter gás para ir até o final de 2011.

Viveu alguns dramas neste ano de 2011. Com o Corinthians fora da Libertadores foi ameaçado por torcedores, discutiu com jornalistas e ficou afastado por alguns dias, mas nunca deu pinta de que iria se aposentar. Entretanto no último domingo, 13, surpreendeu à todos quando marcou uma coletiva de imprensa para esta segunda-feira, 14, para confirmar sua aposentadoria. Ronaldo primeiro se despediu dos colegas do Corinthians para quem discursou e foi aplaudido de pé. Depois concedeu a entrevista à toda imprensa brasileira e mundial se despedindo do futebol.

Fica o nosso agradecimento a este grande jogador. Parabéns Ronaldo por todas as conquistas que tivestes e proporcionastes aos brasileiros e torcedores dos clubes por onde passastes. Parabéns pelo poder de superação, pela garra e pelo grande futebol demonstrado em todos esses quase 20 anos de carreira profissional. Ronaldo para, mas sua história, suas conquistas, seu brilho jamais será esquecido por nós que amamos o futebol.

 

Valeu Fenômeno!!!

Valeu Ronaldo!!!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: