Classificação do Campeonato Pernambucano

Veja como está a classificação do Campeonato Pernambucano. Lembrando que a 7ª rodada só se encerra nesta segunda-feira, 31, com o jogo entre Sport x Vitória.

O Central é o líder após vencer o clássico contra o Porto. O Santa Cruz perdeu o clássico das emoções para o Náutico e deixou a liderança. O Petrolina subiu na tabela ao vencer o Ypiranga. O América segue sua saga na lanterna com mais uma derrota, desta vez para o Salgueiro. Enquanto que o Araripina venceu a Cabense e se distanciou da zona do rebaixamento.

Eis a classificação atualizada:

Posição Time PG JG V E D GP GC SG
1º   Central 19 07 06 01 00 13 05 +8
Santa Cruz 18 07 06 00 01 13 06 +7
Porto 15 07 05 00 02 10 08 +2
Náutico 14 07 04 02 01 13 05 +8
Petrolina 11 07 03 02 02 09 10 -1
Salgueiro 10 07 03 01 03 04 03 +1
Sport 08 06 02 02 02 03 04 -1
Araripina 07 07 02 01 04 06 09 -3
Cabense 06 07 01 03 03 05 07 -2
10º Vitória 04 06 01 01 04 03 08 -5
11º Ypiranga 03 07 01 00 06 06 11 -5
12º América 01 07 00 01 06 02 11 -9

Legenda

JG – Jogos disputados

PG – Pontos Ganhos

V – Vitórias

E – Empates

D – Derrotas

GP – Gols Pró (Gols Marcados)

GC – Gols Contra (Gols Contra)

SG – Saldo de Gols

Zona de classificação para as semifinais

Zona de classificação para o troféu do Interior

Zona de Rebaixamento

Estatísticas finais do Campeonato Pernambucano

Com o fim do Campeonato Pernambucano alguns dados são bastante relevantes. Vejam as principais marcas da edição de 2010 do estadual:

Campeão Pernambucano de 2010: Sport

Vice-Campeão: Náutico

Campeão do Interior: Salgueiro

Vice-Campeão do Interior: Ypiranga

Rebaixados: Vera Cruz e Sete de Setembro

Artilheiro: Ciro (SPORT), marcou 13 gols

Total de jogos disputados: 144 jogos

Total de gols Marcados: 409 gols marcados

Média de gols: 2,84 gols por jogo

Melhor Ataque: Sport – 54 gols marcados

Melhor Defesa: Sport – 21 gols sofridos

Pior Ataque: Sete de Setembro – 22 gols marcados

Pior Defesa: Porto – 44 gols sofridos

Time que mais venceu: Sport – 18 vitórias

Time que mais perdeu: Salgueiro – 13 derrotas

Time que menos venceu: Sete de Setembro – 3 vitórias

Time que  menos perdeu: Sport  – 1 derrota

Salgueiro é o Campeão do Interior

Salgueiro é Campeão do Interior

O Salgueiro conquistou nesta quinta-feira, 06, o troféu de Campeão do Interior. Jogando fora de casa, o Carcará apenas empatou em 0x0 com o Ypiranga. Como havia vencido a primeira partida por 1×0, o time sertanejo pôde comemorar o título.

Confesso que o resultado é surpreendente. Pois o Ypiranga, mesmo com o desmanche tinha um time que parecia ser melhor qualificado. Mas prevaleceu a força da garotada do Salgueiro.

Parabéns ao Salgueiro pela conquista!

Agora o Carcará vai se preparar para a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro. O Salgueiro é o único representante de Pernambuco na competição.

Seleção do Campeonato

Venho apresentar a minha seleção do Campeonato Pernambucano. A Equipe é formada por jogadores do time da Capital pelo fato de que foram as equipes que mostraram mais força na reta final. Porém tem muitos bons jogadores nos times do interior também.

Eis a Seleção do Campeonato por Bruno Petronilo

Craque do Campeonato: Eduardo Ramos (SPORT)


Goleiro: Magrão (SPORT)

Laterais: Gilberto Matuto (SANTA) e Dutra (SPORT)

Zagueiros: Igor e Tobi (Ambos SPORT)

Volantes: Léo (SANTA) e Hamílton (NÁUTICO)

Meias: Eduardo Ramos (SPORT) e Zé Carlos (NÁUTICO)

Atacantes: Ciro (SPORT) e Carlinhos Bala (NÁUTICO)


Técnico: Dado Cavalcanti – Escolhi Dado pelo contexto geral do Campeonato. Ele não foi finalista pelo fato de seu elenco ter chegado ao limite técnico, físico e emocional na semifinal. Mas acho um  excelente treinador. Pouca idade e experiência no futebol, mas fez um grande trabalho à frente do Santa. Ele fez o time crescer no campeonato e sair de uma posição de risco para as semifinais. Mexeu com o brio dos jogadores e trouxe de volta a alegria para sua torcida.

Não escolhi Givanildo pelo fato de não ter concordado com algumas de suas escalações durante o campeonato. Apesar de ter sido campeão, ele fez o time ser muito defensivo em alguns momentos e prejudicou a equipe. E Gallo fez um excelente trabalho nas finais. Foi ousado, corajoso e deu uma nova cara ao Náutico nos últimos quatro jogos. Mas se for analisar no contexto geral cometeu muitos erros, mesmo com as limitações do time.

E você torcedor concorda com esta seleção?  Dê sua opinião. Envie a sua seleção para o email do blog: penasquatrolinhas@yahoo.com.br e será publicada aqui.

O Pentacampeonato do Sport

O Sport fez uma grande campanha no Campeonato Pernambucano de 2010. O Leão jogou 26 partidas e só perdeu duas. Ainda empatou seis vezes e ganhou 18 jogos. Teve o melhor ataque da competição com 54 gols marcados e só sofreu 21 gols, sendo a defesa menos vazada da competição.

Com uma campanha destas o título fica incontestável.

Parabéns à todos os rubro-negros pela conquista.

1ª Fase
Turno
Sport 1×0 Araripina
Vitória 1×5 Sport
Sport 3×1 Porto
Central 1×2 Sport
Salgueiro 1×1 Sport
Sport 1×1 Vera Cruz
Santa Cruz 1×3 Sport
Sport 2×0 Cabense
Ypiranga 1×1 Sport
Sete de Setembro 2×2 Sport
Sport 1×1 Náutico
Returno
Araripina 0x3 Sport
Sport 4×2 Vitória
Porto 0x4 Sport
Sport 2×0 Central
Sport 2×1 Salgueiro
Vera Cruz 0x2 Sport
Sport 2×0 Santa Cruz
Cabense 1×3 Sport
Sport 2×2 Ypiranga
Sport 1×0 Sete de Setembro
Náutico 2×0 Sport
Semifinal
Central 0x3 Sport
Sport 1×0 Central
Final
Náutico 3×2 Sport
Sport 1×0 Náutico

O Rei de Pernambuco

Foto: Site Pernambuco.com // Ciro colocou uma coroa e um manto de rei para celebrar o título e provocar Carlinhos Bala

Após a classificação para a final do Campeonato Pernambucano, o atacante Carlinhos Bala, do Náutico, causou polêmica ao dizer que era o rei de Pernambuco. Pois bem, após o fim da grande decisão do estadual, os jogadores do Sport deram uma resposta ao atleta alvirrubro com provocações. Vários jogadores usaram coroas parecidas com as dos reis. E o atacante Ciro foi o que mais festejou usando até um manto de Rei.

Acho que nesse momento vale a provocação sadia. Mas não é nenhum jogador que pode ser considerado o rei do estado ou do futebol do estado. Neste momento os rubro-negros podem e devem considerar o Sport como o rei de Pernambuco. Isso pelo fato do leão ter conquistado seu 39º título estadual, o 5º seguido. Mas cuidado pois a coroa pode ser tomada em 2011 por alvirrrubros ou tricolores ou até mesmo, milagrosamente, por um time do interior.

Givanildo ressalta as dificuldades superadas

O técnico Givanildo Oliveira falou após a conquista do título do Campeonato Pernambucano. Ele ressaltou a força do elenco, apesar das limitações.

“Time foi valente, lutador. Para nin a técnica vem acima de tudo. Mas o futebol brasileiro exige forla e isso nós tivemos diante do Náutico“, disse o treinador.

O Treinador falou também da motivação do grupo após a reação no primeiro jogo. ” O que motivou foram os dois gols. Quando nós tomamos o terceiro gol eu pensei comigo ‘complicou’, mas de repente o time acordou, reagiu e merecíamos até empatar o jogo. Então isso mexeu com o grupo, mexeu com o brio deles (Jogadores), fez com que eles vissem que nós estávamos vivos e mexeu com o Náutico também“,afirmou Givanildo.

Ele destacou ainda a atuação de Tobi. ” Tobi se adaptou bem ali. Eu conheci o Tobi jogando como zagueiro no São Caetano. Ele atuava no meio (da zaga) como sobra. E hoje foi um jogador importante”, compeltou.

No fim da coletiva, Givanildo foi irônico quando indagado o que achava de Gallo ter dito que o Náutico tinha sido melhor nos dois jogos. “Por que ele não foi campeão?”, falou encerrando a entrevista.