O Fenômeno se aposenta

Esta segunda-feira ficará marcada na história do futebol brasileiro e mundial. Um grande mito está encerrando sua carreira de jogador. Ronaldo Nazário, o Fenômeno, decidiu pendurar as chuteiras por não agüentar mais as dores no corpo. Encerra-se uma carreira de momentos marcantes, brilhos, alegrias, decepções, superações e muitos gols. É a despedida de um dos melhores jogadores da história do futebol mundial.

Ronaldo Nazário de Lima surgiu para o futebol aos 17 anos no Cruzeiro em 1993. No ano seguinte se transferiu para a Holanda onde jogou no PSV e foi convocado para disputar a Copa do Mundo daquele ano pela Seleção Brasileira. Não jogou uma partida sequer no mundial, mas teve a honra de fazer parte do grupo que tornou o Brasil tetracampeão mundial de futebol. Depois Ronaldo só fez crescer. Foi para  o Barcelona, da Espanha, onde jogou muita bola e conquistou o título de melhor jogador do mundo em 1996. Título este que ele viria a ganha no ano seguinte quando jogava pelo Inter de Milão.

Em 1998 teve a chance de se consagrar quando foi disputar a Copa do Mundo na França. Conduziu o Brasil até a final contra os donos da casa. Mas uma história mal explicada fez com que seu desempenho fosse muito abaixo da critíca e o Brasil acabou sendo derrotado por 3×0. Apesar de os médicos terem dito que ele teve uma convulsão antes do jogo, mas depois tinha condições de jogo, era bastante perceptível que algo muito mais grave tinha antecedido aquela final. Só não se sabe, ainda, o que realmente aconteceu. Ronaldo ainda teve o rompimento do tendão patelar do joelho esquerdo e ficou cinco meses afastado do futebol.

O Segundo momento difícil na carreira veio em abril de 2000. Durante um partida pelo Inter de Milão quando rompeu o tendão patelar do joelho direito. Uma cena chocante e que parecia ser o fim da carreira de Ronaldo. Mas ele se mostrou forte. Passou um ano e três meses se tratando. Voltou ao futebol e em 2002 nos deu a maior alegria ao comandar o Brasil ao lado de Rivaldo na conquista do pentacampeonato mundial de futebol. Ronaldo marcou oito gols nesta Copa do Mundo, dois deles na final e muito injustamente não foi eleito o melhor jogador do mundial. Mas ficou pela terceira vez com o título de melhor jogador do mundo, escolhido pela FIFA.

Foi aos poucos perdendo um pouco do seu brilho. Confusões extra-campo começaram a manchar sua imagem. Ronaldo foi ficando fora do peso e passou a ser muito contestado. Em 2006 voltou a disputar uma Copa do Mundo pela Seleção Brasileira. Fez gols, virou o maior artilheiro da história das Copas do Mundo. Mas não conseguiu levar a nossa seleção ao título. Mais uma vez parou nos pés da França, desta feita nas quartas-de-finais.

Em 2008, Ronaldo voltou a viver um drama. Quando jogava pelo Milan, da Itália, voltou a romper o tendão patelar do joelho esquerdo. Uma lesão de forma muito parecida com a que viveu em 2000. Mais uma cena chocante e novamente acreditava-se no fim da carreira do jogador. Outra vez ele mostrou sua força de superação e recuperou-se. Voltou ao futebol para jogar pelo Milan, mas sem o mesmo brilho. Em 2009 foi contratado pelo Corinthians-SP. Era sua volta ao futebol brasileiro. Ajudou o time paulista a conquistar o Campeonato Paulista, a Copa do Brasil e voltar a jogar a Libertadores. Passou o ano de 2010 se arrastando. Fora do peso, não jogou todas as partidas do time. Muito se cogitou a aposentadoria, mas ele garantiu ter gás para ir até o final de 2011.

Viveu alguns dramas neste ano de 2011. Com o Corinthians fora da Libertadores foi ameaçado por torcedores, discutiu com jornalistas e ficou afastado por alguns dias, mas nunca deu pinta de que iria se aposentar. Entretanto no último domingo, 13, surpreendeu à todos quando marcou uma coletiva de imprensa para esta segunda-feira, 14, para confirmar sua aposentadoria. Ronaldo primeiro se despediu dos colegas do Corinthians para quem discursou e foi aplaudido de pé. Depois concedeu a entrevista à toda imprensa brasileira e mundial se despedindo do futebol.

Fica o nosso agradecimento a este grande jogador. Parabéns Ronaldo por todas as conquistas que tivestes e proporcionastes aos brasileiros e torcedores dos clubes por onde passastes. Parabéns pelo poder de superação, pela garra e pelo grande futebol demonstrado em todos esses quase 20 anos de carreira profissional. Ronaldo para, mas sua história, suas conquistas, seu brilho jamais será esquecido por nós que amamos o futebol.

 

Valeu Fenômeno!!!

Valeu Ronaldo!!!

 

Anúncios

Argentina vence o Brasil

Com um gol no último minuto de jogo a Argentina venceu o Brasil no amistoso realizado no Qatar. Os hermanos ganharam por 1×0 com gol de Messi. Essa foi a primeira derrota do Brasil sob o comando de Mano Menezes. Quando se esperava que o futebol arte de Ronaldinho Gaúcho e Neymar prevalecesse acabou brilhando o talento do atual melhor jogador do mundo.

O Primeiro tempo foi um pouco fraca. Poucas chances claras de gols. O Brasil teve duas boas oportunidades apenas. Uma com Daniel Alves que acertou um chute cruzado no travessão. E a outra com Ronaldinho Gaúcho que, livre na área, tocou de calcanhar para defesa firme do goleiro Romero. A Argentina também não produziu muito e só assustou em dois lances. Primeiro em uma cabeçada de Higuaín que obrigou Vitor a fazer uma grande defesa. Depois com um chute de Messi que resvalou na trave.

Na segunda etapa a partida foi ainda mais equilibrada. A Argentina assustou primeiro com Messi que pegou um rebote de defesa de Vitor e chutou forte, a zaga salvou. O Brasil respondeu aos 22  minutos com Ronaldinho Gaúcho cobrando falta e o goleiro Romero fazendo grande defesa. O Jogo caiu de produção a partir da metade do segundo tempo. O Brasil se mostrava sem muita força ofensiva com as saídas de Ronaldinho e Neymar. Entretanto nos acréscimos veio o lance fatal da partida. Douglas deu bobeira no meio e perdeu a bola para Bonega que tocou para Lavezzi tabelar com Messi. O craque da Argentina dominou, driblou dois zagueiros e quando era marcado pelo terceiro chutou cruzado dentro da área, sem chances para Vitor. Era o gol para fazer a Argentina voltar a vencer o Brasil após cinco anos.

 

Opinião

 

Esperava um jogo mais emocionante. Entretanto não foi um jogo tão ruim. As duas equipes procuraram o gol. A partida só ficou ruim nos minutos finais. O Empate era o resultado mais justo. Entretanto brilhou o talento individual de Messi já no finalzinho do jogo. Uma pena, pois perder para a Argentina nunca é bom.

Acho que Ronaldinho Gaúcho voltou bem, mas pode render muito mais. Com o tempo ele vai se encaixar sim nessa nova fase da seleção e junto com a meninada vai aprontar muito pelo amistosos e torneios a fora. Mano Menezes precisa só escolher alguns atletas melhores para o meio-de-campo na ausência de Ronaldinho e Ganso. Tem gente que merece e não está na Seleção e vice-versa. Apesar da derrota e de pequenos detalhes ele fez um bom início de trabalho até aqui.

 

A Seleção Brasileira só volta a jogar em 2001. Vai enfrentar a França, em Paris, no dia 2 de fevereiro.

Brasil enfrenta Argentina

A Seleção Brasileira faz seu amistoso mais importante do ano. Nesta nova fase que a seleção canarinha está vivendo o time terá o primeiro grande compromisso. O jogo é contra a Argentina. Não só a rivalidade, mas a potência do futebol argentino faz deste jogo o mais difícil deste início de Era Mano Menezes.

E o treinador brasileiro escalou um time bem ofensivo. Elias vai comandar o meio dando apoio ao trio ofensivo formado por Ronaldinho Gaúcho, Robinho e Neymar. A Argentina também vem com força máxima o técnico Sérgio Batista escalou um trio ofensivo bem perigoso formado por Lionel Messi, Higuaín e Di María.

É promessa de um grande amistoso. É hora de ver se essa nova seleção está mesmo pronta para grandes desafios. É difícil apontar um vencedor, mas que vença o bom futebol. Que tenhamos um espetáculo dos dois lados, principalmente do Brasil e que termine com vitória brasileira.

 

Boa Sorte ao Brasil!

 

Ficha do Jogo

Amistoso Internacional

Brasil x Argentina

Local: Estádio Khalifa Internacional Stadium, em Doha no Qatar

Horário: 14h (no horário do Recife)

 

Brasil: Victor; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e André Santos; Lucas, Ramires e Elias; Ronaldinho Gaúcho, Neymar e Robinho

Técnico: Mano Menezes

 

Argentina: Romero; Zannetti, Burdisso, Pareja e Heinze; Banega, Mascherano e Pastore; Messi, Higuaín e Di María.

Técnico: Sérgio Batista

 

Árbitro: Abdalá Balideh (Qatar)

Mano Menezes convoca Seleção

O Técnico Mano Menezes convocou nesta sexta-feira, 29, os jogadores que vão defender a Seleção Brasileira em um amistoso contra a Argentina. Ao todo 23 atletas foram chamados para a partida que será no dia 17 de Novembro, em Doha, no Catar. A novidade fica para o retorno do meia Ronaldinho Gaúcho e do atacante Neymar. Quem aparece pela primeira vez é o meia Douglas, do Grêmio.

Ronaldinho Gaúcho não era convocado para a Seleção Brasileira desde  março de 2009. Seu último jogo foi pelas Eliminatória da Copa do Mundo contra o Peru no dia 1º de abril. O Atleta vem atravessando uma ótima fase no Milan-ITA e já merecia ter sido convocado antes. Já Neymar ficou de fora da última convocação por causa de um desentendimento com seu ex-técnico de clube, Dorival Júnior. A não convocação foi uma espécie de punição para que o jogador amadurecesse. Agora ele está de volta.

Veja abaixo a lista de jogadores convocados:

 

Goleiros: Vitor (Grêmio-RS), Jefférson (Botafogo-RJ)  e Neto (Atlético-PR)

Laterais: Daniel Alves (Barcelona-ESP), Rafael (Manchester United-ING), Adriano Corrêa (Barcelona-ESP) e André Santos (Fenerbahçe-TUR)

Zagueiros: Thiago Silva (Milan-ITA), David Luiz (Benfica-POR), Alex Costa (Chelsea-ING) e Réver (Atlético-MG)

Volantes: Lucas (Liverpool-ING), Ramires (Chelsea-ING), Sandro (Totteham-ING) e Jucilei (Corinthians-SP)

Meias: Douglas (Grêmio-RS), Phillippe Coutinho (Inter de Milão-ITA), Ronaldinho Gaúcho (Milan-ITA) e Elias (Corinthians-SP)

Atacantes: Alexandre Pato (Milan-ITA), Robinho (Milan-ITA), André (Dinamo de Kiev-UCR) e Neymar (Santos-SP)

Brasil vence o Irã

Jogando com autoridade e simplicidade a Seleção Brasileira derrotou o Irã por 3×0 na tarde desta quinta-feira, 07. Este foi o segundo amistoso da equipe comandada por Mano Meneses. Alexandre Pato, Daniel Alves e Nilmar fizeram os gols.

O Brasil dominou o jogo todo e abriu o placar logo aos 13 minutos. Daniel Alves cobrou falta com categoria no ângulo do goleiro iraniano e fez um golaço. O time seguiu dominando, mas não conseguiu ampliar o marcador. O que chamou a atenção foi o toque de bola envolvente do time que mostrou-se entrosado.

Na segunda etapa o time brasileiro voltou cehio de alterações. E saiu dos pés de Elias que tinha entrado o segundo gol. Ele tentou tabelar com Nilmar, Pato se antecipou, ajeitou e encheu o pé para marcar o segundo gol brasileiro aos 23 minutos. O Irã não conseguia responder ao domínio brasileiro com tanta eficiência. O destaque iraniano foi o goleir Ramathi que fez uma grande defesa em chute de Nilmar. A Vitória já estava garantida quando o Brasil ampliou o marcador. Aos 46 minutos, André Santos arrancou pela esquerda e cruzou para Nilmar que de primeira completou para o fundo das redes. O Irã quase diminuiu o placar no último lance da partida em um chute que raspou a trave.

Opinião

O Brasil venceu com autoridade. Foi o melhor em campo e não teve nenhuma dificuldade. Não foi uma grande exibição. Mas agradou. Sentiu a falta do talento de um meia como Paulo Henrique Ganso. Mas mostrou entrosamento, um bom toque de bola e competência ofensiva. É só o começo de uma longa caminhada e os jogadores estão tentando conquistar seu espaço. Todos estão de parabéns pelo jogo que fizeram. Para mostrar sua força o Brasil terá que enfrentar adversários mais fortes. Aí sim veremos se o time é  bom o suficiente para disputar competições  internacionais.

 

Na próxima segunda-feira, 11, o Brasil vai enfrentar a Ucrânia. O jogo será na Inglaterra às 15h45.

Seleção enfrenta o Irã

A Seleção Brasileira volta à campo nesta quinta-feira, 07. Será o segundo amistoso da era Mano Meneses. O Adversário será a fraca seleção do Irã. É mais uma oportunidade para o treinador avaliar as novas caras da seleção no processo de renovação.

O time não vai ter as duas maiores esperanças deste grupo, Neymar e Ganso. O primeiro não foi comportado por seu mau comportamento dentro e fora de campo no Santos. Já Paulo Henrique Ganso está machucado e só volta em 2011. A aposta de Mano será no trio de atacantes Alexandre Pato, Robinho e Phillipe Coutinho. Da equipe que esteve na Copa do Mundo apenas quatro jogadores continuam no grupo. Além de Robinho, Daniel Alves, Ramires e Thiago Silva foram convocados.

Pelo nível técnico o jogo servirá realmente apenas para avaliar os jogadores. Mano Menezes está apenas começando a montar o grupo que pretende levar para as Olimpíadas de 2012 e para a Copa do Mundo de 2014. Vamos ver como essa garotada vai agir sem Ganso e Neymar em campo. Os dois conduziram o time na vitória contra os EUA no primeiro amistoso desta nova seleção.

 

Boa Sorte ao Brasil!!!

 

Ficha do Jogo

Amistoso Internacional

Brasil x Irã

Local: Estádio Zayed Sports City, em Abu Dhabi-EAU

Horário: 14hs (Horário de Brasília)

 

Brasil: Vitor; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e André Santos; Lucas, Ramires e Carlos Eduardo; Alexandre Pato, Robinho e Phillipe Coutinho

Técnico: Mano Menezes

 

Irã: Mendi Rahmati, Haj Safi, Hoseini, Aghili e Nosrati; Teymurian, Pejman Nowi, Nekounan e Shojaec; Gholami e Meydavudi

Técnico: Afshin Gotbi

 

Árbitro: Farid Ali (Emirados Arábes Unidos)

Assistentes: Saleh Al Marzouqi e Ahmed Al Shamsi (Ambos dos EAU)

 

Brasil vence amistoso

A Nova Era da Seleção Brasileira começou muito bem. Com um futebol alegre e mais habilidoso, o Brasil venceu os EUA por 2×0 na estreia de Mano Meneses no comando.

A expectativa era grande e o time brasileiro correspondeu. Com uma equipe jovem, a Seleção Brasileira jogou bem e mereceu vencer. Os EUA tentou surpreender e amendrontar os meninos do Brasil com umas investidas perigosas no começo da partida. Mas logo os americanos foram envolvidos pelo futebol arte brasileiro.

Jogando com muita personalidade o Brasil chegou aos gols ainda no primeiro tempo. Aos 28 minutos, André Santos cruzou e Neymar cabeceou para o fundo das redes. Logo depois, Alexandre Pato teve um gol anulado. Mas aos 45 minutos, Ganso deu bom passe para Ramires que deixou Pato na cara do gol. O atacante driblou o goleiro americano e mandou para o fundo do gol.

No segundo tempo, o time continuou tocando bola com eficiência. E o talento seguiu prevalecendo à experiência que o time americano tinha. O Brasil ainda acertou duas bolas na trave e perdeu várias oportunidades. Mano Menezes aproveitou para fazer alguns testes. O Time não perdeu o encanto e continuou agrandando até o final, mesmo sem fazer gols.

Opinião

Começou bem. O Futebol apresentado foi até além do esperado. O desentrosamento não atrapalhou tanto. O time jogou solto e mostrou o verdadeiro futebol brasileiro. Um jeito moleque com muita habilidade e personalidade. Espero que assim continue até a próxima Copa e para sempre. Parabéns ao Mano por jogar o time para cima do adversário. E a todos os jogadores que participaram.

Neymar foi o melhor em campo. Mostrou habilidade, seu futebol agil e ainda fez um gol. Paulo Henrique Ganso foi outro grande destaque. Foi o maestro do time, organizando as principais jogadas. Mas pode jogar muito mais do que apresentou. Mas os dois estão de parabéns, pois não deixaram a Camisa pesar tanto.

Fico ainda mais confiante nessa nova seleção. Se for mantido o estilo de jogo, esse time promete fazer história. E uma história com um final feliz em 2014 e que pode deixar um grande legado para o mundo.